Desmistificando os principais mitos sobre as lentes de contato dental

Como ainda são novidade por aqui, existem diversos mitos sobre as lentes de contato dental. Por isso, refutamos os principais mitos neste artigo.
Lentes de contato dental conheça os 3 principais mitos sobre o tratamento

As lentes de resina ou cerâmica são uma tecnologia que vem sendo amplamente utilizada para transformar os dentes de maneira rápida, indolor e precisa.

Porém, como são uma alternativa relativamente nova, ainda existem diversos mitos sobre lentes de contato dental.

O primeiro e maior deles é a ideia perpetuada de que as lentes apenas solucionam problemas estéticos.

Elas podem, sim, entregar um sorriso perfeito esteticamente, mas essa solução não é apenas uma alternativa estética, mas funcional.

Em grande parte das vezes, quem coloca as lentes está buscando recuperar os dentes de pequenas imperfeições, como manchas, lasquinhas e espaçamentos que vão acabar atrapalhando a mastigação.

E esse não é o único mito sobre lentes de contato dental.

Neste artigo, selecionamos as três principais concepções errôneas sobre o assunto para desmistificar.

 

Principais mitos sobre lentes de contato dental

As lentes de contato dental ainda são novidade por aqui, apesar de já existirem no mercado há algum tempo.

Ela são finas lâminas de cerâmica coladas nos dentes para modificar o formato e tamanho.

Abaixo, nós falamos sobre os três principais mitos sobre o assunto e, se você ainda tiver dúvidas após ler este artigo, entre em contato conosco.

Mito 1: Lentes de contato dental não podem ser utilizadas por quem tem espaços entre os dentes

Pelo contrário! As lentes podem, inclusive, corrigir os espaços existentes entre os dentes.

As finas lâminas de cerâmica ou resina podem modificar a anatomia dos dentes, aumentar a largura e fazer com que os espaços desapareçam imediatamente.

O resultado é um sorriso mais harmonioso e a um aumento na autoestima do paciente.

Além disso, as lentes de contato podem modificar o tamanho dos dentes e consertar pequenas imperfeições, como manchas e lascas.

Além de ajudar na estética, as lentes equilibram o tamanho dos dentes, melhorando o contato da mandíbula superior e inferior, que influencia o movimento da mastigação.

Mito 2: O tratamento não pode ser feito em qualquer pessoa

Uma das características mais interessantes do tratamento é que as lentes de contato dental não tem contraindicações. O único requisito para utilizar as lentes é ter dentes!

Porém, em alguns casos específicos, pode ser necessário um tratamento prévio antes da aplicação das lentes.

Para os pacientes com problemas como gengivite, cáries ou qualquer outro, é indicado o tratamento adequado para deixar a saúde bucal em dia.

Depois disso, pode-se seguir normalmente com a aplicação das lentes. Em todos os casos, porém, converse com o seu dentista para entender todas as variáveis que envolvem a colocação das lentes de contato.

Mito 3: as lentes desgastam muito os dentes

A verdade é que pode ser necessário desgastar um ou outro dente para a aplicação das lentes de contato.

O desgaste, porém, é mínimo, somente no esmalte dos dentes e apenas quando necessário para deixar a aplicação mais natural.

Esse mito é muito comum porque pode existir uma confusão entre as lentes de contato dental e as facetas.

Ambas são utilizadas para transformar o sorriso e corrigir imperfeições, mas a grande diferença entre elas é justamente o desgaste necessário para a colocação.

As lentes são muito finas, com cerca de 0,3 mm de espessura, permitindo que o dente do paciente sofra um desgaste muito menor.

Enquanto isso, as facetas têm uma espessura mais grossa, exigindo um desgaste maior para deixar o sorriso com aspecto natural.

 

Passo a passo do tratamento com lentes

O primeiro passo é realizarmos um diagnóstico completo dos dentes do paciente.

Utilizando um scanner 3D e softwares de computador, observamos a movimentação dos lábios, da face e dos dentes, buscando o sorriso perfeito para o paciente.

A partir do diagnóstico, podemos planejar o sorriso de forma totalmente digital.

Utilizando o DSD – Design de Sorrisos – conseguimos manipular a versão digital dos dentes do paciente para encontrar o melhor posicionamento e tamanho das lentes de contato dental.

Antes de confeccionar as lentes, realizamos o test-drive do sorriso.

Posicionamos lentes de contato provisórias sobre os dentes do paciente e ele poderá tirar fotos e assistir vídeos de como será o resultado antes mesmo de começar o tratamento.

Assim que o paciente estiver satisfeito com o test-drive, começaremos a impressão das lentes de contato em uma impressora 3D especializada.

E quando estiverem prontas, começamos o processo de aplicação.

Com as lentes de contato prontas, os dentes do paciente  precisarão sofrer um leve desgaste para que as finas lâminas encaixem com perfeição.

As lentes são coladas de maneira individual, recobrindo os dentes, e pronto!

Quer conquistar um sorriso mais bonito e charmoso, com conforto e durabilidade? Agende sua consulta na Odonto RR.

1 comentário em “Desmistificando os principais mitos sobre as lentes de contato dental”

  1. Pingback: Como é o processo de produção daslentes de contato dental?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *